Um ser vivo apresenta um conjunto de características que o diferencia de um ser não vivo, exemplos:

 
CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS
No século XVII, John Ray, naturalista inglês, introduziu o conceito definitivo de espécie, que seria a base das classificações posteriores.
Segundo ele, espécie é o “conjunto de indivíduos semelhantes entre si, com antepassados comuns e capazes de se reproduzir, gerando outros indivíduos férteis, com características idênticas aos anteriores”.
Linneu (botânico sueco) propôs, em 1735, com base no conceito de John Ray, um método de classificação e uma nomenclatura universal com descrições bastante exatas.
O sistema de Linneu consiste em um catálogo metódico de plantas e animais, reunindo-os em grupos maiores e subordinados.
São eles:

Os seres vivos atualmente são agrupados em cinco Reinos: