Teoria do Conhecimento
É uma construção intelectual para explicar o conhecimento. Para Bacon, o conhecimento humano seria reformado por meio do crescimento dos conhecimentos e das técnicas, das ciências e da própria Filosofia. Locke foi o criador desta teoria.
A percepção e a sensação são dois modos essenciais do conhecimento sensível.
 
Empirismo x Intelectualismo
Para os empiristas, a sensação é elemento da percepção sensorial, e tanto ela como a percepção são causadas por estímulos externos.
Já para os intelectualistas, tanto uma como a outra dependem do sujeito do conhecimento e da coisa externa.
A memória é a lembrança do passado, é a qualidade que o homem tem para segurar o tempo que já passou.
Para o filósofo e diplomata francês Henri Bergson, existem dois tipos de memória: a memória hábito e a memória pura.
A imaginação tem sua importância na capacidade de gerar imagens na mente, fazendo com que o indivíduo volte a vivenciar experiências perceptivas que passaram, combinando, de forma livre, informações dessas experiências.
O pensamento é a atividade racional do homem e se divide em pensamento teórico e pensamento prático.